O Poder Legislativo precisa ser independente de fato

Na última sessão legislativa de 2018, realizada no último dia 14, foi escolhida a Mesa Diretora (presidente, vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário) para o próximo biênio (2019/2020). E, mais uma vez, a Câmara de Vereadores perdeu a oportunidade de ser, na prática, independente. Digo isso uma vez que é clara a influência do Poder Executivo (prefeitura) sobre a maioria dos vereadores, especialmente pela troca de favores, como a nomeação de pessoas indicadas por aliados na administração municipal, inclusive com diversos parentes de vereadores governistas. Continue lendo “O Poder Legislativo precisa ser independente de fato”

Santa Catarina quer mais Coragem e Atitude!

De início ressalto que ninguém fica rico por meio da política. Não consigo aceitar o descaso com o dinheiro público, o meio político não é uma forma de garantir privilégios ou qualquer outro tipo de benefício pessoal, e sim deve garantir os direitos dos cidadãos e não servir como cabide de empregos, por isto na política tenho uma missão: defender o direito das pessoas. Continue lendo “Santa Catarina quer mais Coragem e Atitude!”

Voto branco ou nulo não é forma válida de protesto

A corrupção generalizada que assola o Brasil, a baderna administrativa e de gestão, além da falta de perspectiva em um futuro próspero, faz com que muitos cidadãos queiram distância da política e dos políticos. Porém, ao eleitor indignado, o bom senso precisa prevalecer. Neste momento de crise, precisamos de pessoas conscientes da má qualidade de nossa representação na gestão pública, para que sejamos capaz de promover a escolha de pessoas honestas e qualificadas, conectadas e comprometidas com as necessidades da população. Continue lendo “Voto branco ou nulo não é forma válida de protesto”

A região Oeste e Santa Catarina quer mais Coragem e Atitude

Olá amigos e amigas. Você está indignado com a política atual? Indignado com a corrupção, com a má gestão que destrói a máquina pública em nossa sociedade? Eu também!

E é por isso mesmo que eu não consigo ficar parado, não consigo assistir todos esses absurdos, o descaso com o dinheiro público, pessoas nas filas dos hospitais e postos de saúde, pais tendo que acampar na frente de creches para conseguir uma vaga para seus filhos. Ver tudo isso e não poder fazer nada, eu não consigo. Continue lendo “A região Oeste e Santa Catarina quer mais Coragem e Atitude”

Temos que valorizar a agricultura familiar e as feiras livres

O Oeste catarinense é uma região que ainda resiste ao êxodo rural, muitas famílias moram em propriedades rurais. Somente em Chapecó, há aproximadamente 15.417 pessoas que moram no interior, estas famílias em sua maioria se sustentam por meio da atividade agrícola e pecuária. A atividade da agricultura familiar é essencial na região. Nosso município, Chapecó, cresce gradativamente. Assim sendo, historicamente a agricultura gera oportunidades: além da cultura de subsistência, as feiras livres caracterizam um espaço alternativo e necessário para os agricultores, importante meio para geração de renda e trabalho. Continue lendo “Temos que valorizar a agricultura familiar e as feiras livres”

Educação profissionalizante tem que ser incentivada

O Centro de Educação Profissional (Cedup) de Chapecó é referência na qualificação técnica gratuita de pessoas para o mercado de trabalho nas mais diversas áreas do conhecimento, sendo um dos 18 Cedups de Santa Catarina. Atualmente, oferece 10 modalidades de cursos técnicos, tendo 27 turmas e possui 618 alunos matriculados. Neste segundo semestre foram ofertadas 105 vagas em 3 cursos técnicos: estética (matutino), enfermagem (vespertino) e transações imobiliárias (noturno). Continue lendo “Educação profissionalizante tem que ser incentivada”

Precisamos buscar melhorias para o Hospital da Criança

O Hospital da Criança (HC) de Chapecó tem sido tema de inúmeros debates nos últimos tempos. Com uma média diária e mensal de 187 e 5,6 mil atendimentos, respectivamente, a demora é reclamação constante de pais e familiares, enquanto os recursos repassados pelo Ministério da Saúde estão longe do ideal, conforme a Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, que administra o local. Minha preocupação é grande, tanto que já estive no HC em diversas oportunidades, conversando com pais e com a direção. Continue lendo “Precisamos buscar melhorias para o Hospital da Criança”