Os trabalhadores e os serviços públicos oferecidos

No Brasil, o grande desafio do gestor público é o garantir desenvolvimento econômico aliado ao desenvolvimento social. Defendo que este é um princípio que todo agente político deve seguir. Mas, em muitos casos, esta não é a realidade. E uma das formas de alcançar o bem-estar social é oferecer aos cidadãos não apenas emprego, mas salários dignos e condições salubres de trabalho, aliado à diversas medidas que garantam dignidade ao trabalhador e à sua família.

No Dia do Trabalhador é importante resgatar algumas bandeiras que nosso mandato defende em Chapecó. Ainda em 2014, propus e presidi uma Audiência Pública para debater o horário de funcionamento do comércio e as conexões com os serviços públicos oferecidos aos trabalhadores. Importante reforçar que não sou contra os horários diferenciados do comércio e de serviços, desde que as leis trabalhistas sejam respeitadas e que haja estrutura adequada para os trabalhadores.

Neste sentido, as principais propostas levantadas como urgentes pelo nosso mandato é o aumento das vagas e extensão do horário de atendimento das creches; transporte coletivo com itinerários específicos para os trabalhadores, especialmente de madrugada; ampliação dos horários e das refeições do Restaurante Popular; atendimento itinerante na área da saúde; reestruturação de espaços públicos, como praças e parques; e maior fiscalização dos direitos trabalhistas.

O poder público de Chapecó não tem dado a resposta que os trabalhadores necessitam. Vejam só: as creches fecham às 17h, ou seja, sequer ficam abertas até às 18h, horário que a maioria trabalha. E agora junte, por exemplo, os trabalhadores de supermercados ou das agroindústrias. Precisamos avançar no debate das creches com horários flexíveis. Já sugeri dois turnos estendidos, das 7h às 13h e das 13h às 19h, com a carga horária dos servidores e professores sendo respeitada.

O transporte coletivo é outro ponto que necessita de melhorias urgentes, principalmente para os trabalhadores. Há anos a prefeitura de Chapecó usa o novo edital de licitação para contratação das empresas que prestam o serviço como desculpa para não fazer nada. No caso específico, faltam horários e linhas, principalmente para os funcionários das agroindústrias que trabalham de noite e madrugada. É urgente que haja melhorias, para que os trabalhadores tenham maior segurança.

Os serviços públicos para os trabalhadores precisam ir ao encontro dos interesses dos trabalhadores. É um direito de todos e um dever da administração municipal. O mandato tem atuado e buscado consolidar os pontos levantados na Audiência Pública. Muito precisa avançar para que os trabalhadores tenham seus direitos respeitados e garantidos no dia a dia. Em Chapecó é preciso que muito se avance. E nosso mandato está comprometido em defender os direitos das pessoas.

1607840

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s